Promotores de Justiça das regiões de Juazeiro, Paulo Afonso e Senhor do Bonfim participam de reunião sobre projeto Cegonha

Promotores de Justiça que atuam nos Municípios da macrorregião de saúde norte, formada pelas regiões de Juazeiro, Paulo Afonso e Senhor do Bonfim, participaram na manhã dessa sexta-feira (16) de uma reunião de trabalho para conhecer e discutir as estratégias de trabalho utilizadas no ‘Projeto Cegonha: Efetivando a Dignidade’. A reunião foi promovida pela gerente e co-gerente do ‘Projeto Cegonha’, as promotoras de Justiça Andréa Scaff e Juliana Rocha, e pela coordenadora do Centro de Apoio Operacional à Saúde do Ministério Público estadual (Cesau), Patrícia Medrado, que trocaram experiências exitosas na realização do projeto e falaram sobre as possíveis diligências que poderão ser efetivadas pelos membros durante as inspeções e visitas aos hospitais. “Por conta da pandemia do coronavírus, realizaremos reuniões e inspeções virtuais aos hospitais e disponibilizaremos os questionários que poderão ser aplicados por videoconferência”, destacou a promotora de Justiça Andréa Scaff.
 
Um dos assuntos discutidos no encontro foi a importância de uma investigação detalhada sobre os casos de óbitos nas maternidades. “Uma investigação bem feita servirá para evitar novos óbitos na unidade hospitalar. Esse trabalho começa com o levantamento de informações preliminares que envolvem, por exemplo, as condições de vida da mulher e a forma em que foi realizado o pré-natal”, ressaltou a promotora de Justiça Juliana Rocha. Também estiveram presentes na reunião os promotores de Justiça Mateus de Santana Menezes, Márcio Henrique Pereira de Oliveira, Daniele Cochrane Santiago Dantas Cordeiro, Leonardo Candido Costa e Rita de Cassia Rodrigues, além de servidores do MP.

A programação contou ainda com uma apresentação da coordenadora regional da Central de Regulação Interestadual de Leitos (CRIL) na Bahia, Nancy Oliveira Brandt, que falou sobre a demanda de leitos de maternidade na Rede Interestadual de Saúde (PeBa) – na região do Vale Médio São Francisco. Ela apresentou o histórico de criação da rede interestadual de saúde formada pelos municípios de Juazeiro e Petrolina e sobre a evolução da implantação da rede PeBa. “Estamos passando por uma reestruturação e acreditamos que a rede se tornará mais reconhecida”, afirmou Nancy Brandt.
 
O projeto Cegonha visa induzir a redução da morbimortalidade materna e infantil na Bahia, por meio da efetivação da assistência à saúde de qualidade voltada às gestantes, parturientes e recém-nascidos. O objetivo é garantir o acolhimento às gestantes com  classificação  de  risco no pré-natal; promover a melhoria  da  qualidade  do atendimento às gestantes; garantir a vinculação à uma unidade de referência; boas práticas e segurança na atenção ao parto e nascimento; e a garantia de acesso a um atendimento humanizado nas maternidades.

Redator: Milena Nery DRT Ba 2510

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *